16 de maio de 2009

As falhas da vida...

De uma hora pra outra a gente percebe,que podemos ter nosso caminho interrompido,aquele compromisso já pode ser adiado,ou alguém comparecerá por você...o telefone celular poderá não atender,os sonhos deixaram de existir,a cadeira vai estar vazia...a rotina nova poderá trazer tanta ansiedade,eita,tanta coisa pra fazer...e os amigos,o reencontro de final de ano,o telefonema de saudade,enfim,coisas já sem tanta importância,diante da dolorosa realidade.Eu não quis acreditar em um resultado ruim,me enganei por preferir acreditar na vontade do meu coração,tive esperanças que os exames poderiam falhar, ou que não poderia ser tão grave,foram tantos dias de angustia,de medo...embora a voz e a razão marcaram muita esperança,firmeza,certeza...entre dúvidas,ultrasonografia,biópsia...chegou o dia de levar para o médico,embora já se sabia,desconfiava,o coração nunca se engana...o médico,o melhor de todos,aquele que acerta de olhos vendados...ele também quis alegrar tantos corações,pediu novos exames,novos sofrimentos,nova esperança,nova dor...chegou o dia da decisão,o destino pregou um golpe,doloroso...rasteira absurda!hora das perguntas,do questionamento,da revolta,do medo,da sensação de falha humana...se médico adoece,que dirá o leigo...alguns dizem que foi a falta de tempo,o excesso de trabalho,o stress,as decepções da vida,enfim,são tantas justificativas para reconhecer a doença...inacreditável,nessa hora a gente só pensa na família,nos amigos,nas pessoas que amamos...pensar em despedida doi tanto,chega dar desepero,não acredito mais em tantos fatores de riscos,acredito em destino,esse a gente não pode fugir,é inexplicável,parece loucura,mais a vida estárá atrelada a ele para sempre...sem insistência,sem coincidência,já está tudo determinado,tudo escrito,hora de nascer,de crescer,amar,viver e morrer.
Se eu pudesse fazer alguma coisa eu juro que não mediria esforços,mais a minha impotência humana me estaciona,me deixa de mãos atadas mesmo...graças a Deus que tenho um coração,que eu tenho fé,para pedir a Deus...só Deus para resolver,para curar!
Infelizmente minha profissão,me ajuda a saber de um monte de coisas,que hoje só queria esquecer,porque me fazem sofrer exaustivamente,me deixam frágil,vulnerável...refém do destino.
Alguém precisa fazer alguma coisa,o câncer tá plantando tanta dor,tanto sofrimento...separando as pessoas tão cedo,interrompendo o que ontem era uma vida,cheia de planos,de horarios,de rotina...nessas horas a gente se pergunta,vale a pena tanto trabalho,inimizade,ofensa,desamor...acabou,as coisas podem acabar em dois minutos,a vida é boa,mais é dura,é preciso aproveitar cada segundo,olhar o Põr do sol mais vezes,abraçar a mãe,o pai,os irmãos,dizer ao amigo que ama,dizer que ama ao grande amor,enfim...Deus está aqui comigo,multiplicando a minha fé,fortalecendo minha esperança e me fazendo acreditar que tudo ficará bem,tudo voltará ao normal amanhã...e muitos dias felizes ainda estarão por vir...isso me ajuda,me acalma,acalenta o meu forte e " duro" coração,estou certa de que Deus jamais nos abanodonará,e o sofrimento de hoje será levemente suportado,porque Deus colocará no ombro e as dores cerão cessadas.

Um comentário:

luciana disse...

noooossaaaa q liiindo rosana!!!!
eu nao sabia q tu escrevia taaaao bem!!